InícioFamososMC Marcinho volta a respirar com ajuda de aparelhos após infecção pulmonar,...

MC Marcinho volta a respirar com ajuda de aparelhos após infecção pulmonar, diz irmão do funkeiro

O cantor MC Marcinho, de 45 anos, continua à espera do transplante de coração. Internado há um mês no Hospital Copa D’Or, na zona sul do Rio, o ícone do funk voltou a respirar com a ajuda de aparelhos, nesta quarta-feira (26), mas segue estável e necessitando ainda de cuidados intensivos.

Mauro Garcia, irmão do artista, explicou por que o irmão, que estava respirando sem ajuda de aparelhos, precisou contar novamente com a ventilação mecânica.

“Ele voltou [a respirar com a ajuda de aparelhos] porque está com uma infecção pulmonar. Os médicos colocaram [a ventilação mecânica] para poder ajudar ele a respirar, para ele não fazer esforço. Ele tem que estar bem porque pode aparecer um coração a qualquer momento”, conta.

Mauro contou que a família está muito confiante na melhora de Marcinho e firme e forte nas orações. “Estamos orando para que apareça logo um coração. Minha irmã e eu estamos sempre no hospital, mas com todo cuidado. Os médicos pedem para estarmos sempre de máscara e cuidamos muito da higienização. Quanto mais gente visitando, maior o risco de infecção. Ele está com a imunidade baixa. E temos que evitar passar qualquer coisa para ele”, explica.

Segundo o irmão do artista, quando estava respirando sem ajuda de aparelhos, Marcinho assistiu a vídeos de amigos e fãs que estão torcendo por ele. “Todos nós estamos muito confiantes. Agora é aguardar mais um milagre ser feito. Se não fosse o coração artificial, ele não estaria mais aqui”, diz, explicando que o funkeiro não estava falando, mas interagia com a família. “Ele estava respondendo por gestos. Mostramos vídeos das orações, do carinho de todo mundo com ele, das mensagens de famosos.”

Na fila do transplante

MC Marcinho está internado desde o dia 27 de junho, com um quadro de insuficiência cardíaca e renal. O artista, que recebeu um coração artificial, permanecerá internado pelos próximos meses até receber um transplante do órgão. O funkeiro convive com uma série de doenças crônicas há cerca de dez anos: diabetes, doença renal e cardiopatia dilatada.

“Ele respondeu muito bem, ele é completamente viável, ele está lúcido, cooperativo, em processo de despertar. Tem todos os exames muito bons, e a gente considera um sucesso o implante da bomba”, disse a cardiologista Jaqueline Miranda, responsável pelo programa de transplante cardíaco da Rede D’Or, ao G1 no dia 14 de julho.

Os médicos optaram pela implantação do coração artificial. Foram colocadas duas bombas: a primeira, azul, leva o sangue para dentro da circulação pulmonar, onde ele é oxigenado, e então retorna para o órgão. De lá, a bomba vermelha distribui o sangue para o resto do corpo.

“A gente usa essas bombas quando o coração entra em falência. O objetivo delas é puxar o sangue da circulação e devolver, fazendo o papel do coração. Então, basicamente ele funciona como uma bomba cardíaca”, explicou Jaqueline Miranda.

Além Paraíba
céu limpo
27.1 ° C
27.1 °
27.1 °
72 %
1kmh
0 %
qua
29 °
qui
29 °
sex
27 °
sáb
26 °
dom
29 °
- Propaganda -spot_img

Nossos Programas

Viva Tarde 102
Show da Manhã
Oitentona
Tag 102
Atmosfera 102
Bom Dia Cidade
Pagodão do Marcão
Chá das 5
Amigos, Bom Dia
Rancho do Fióça
Salada Mista
- Propaganda -spot_img